O processo de implantação de sistema de gestão baseado no Balanced Scorecard em organização de atividade portuária

Abstract:
A intensificação das relações de comércio entre o Brasil e o exterior exigiu do governo brasileiro medidas de modernização da infraestrutura portuária, bem como das práticas de gestão dos equipamentos portuários. A partir desta necessidade, foi criada em 2007, a Secretaria Especial de Portos da Presidência da República, atualmente denominada Secretaria Nacional de Portos, responsável pelo desenvolvimento dos programas e projetos de fomento do setor. Inclusive, objetivando a reorganização estratégica, com a determinação da implantação, por meio da Portaria N° 214/2008, que estabelece o novo sistema de Gestão Portuária por Resultados, com base no Balanced Scorecard - BSC, nas companhias de gestão portuária vinculadas à Secretaria. O BSC é um sistema de gestão utilizado por organizações para: comunicar seus objetivos; alinhar as atividades diárias individuais à estratégia organizacional; priorizar projetos e produtos; mensurar e monitorar objetivos e metas estratégicas. Para isto, utiliza indicadores financeiros e não financeiros sob quatro perspectivas, interagindo entre si por meio de relações de causa e efeito. Para uma melhor análise da viabilidade desta implantação, foi utilizado o método de estudo de caso, tendo como locus uma companhia portuária que mantém operações no Pará, estado localizado na Amazônia brasileira. Mesmo sendo uma companhia mista, no que tange parâmetros contábeis e legais, tem a totalidade de seu capital controlada pelo governo federal brasileiro, que assume integralmente sua gestão. Esta pesquisa aponta inconsistências entre os conceitos fundamentais estabelecidos por Kaplan e Norton ao propor o BSC e sua aplicação na referida companhia. Foram confirmadas as agudas evidências de que a comunicação interna seria a área mais afetada pelo descasamento entre o modelo proposto e a prática, demonstrando que todo o fluxo ficou comprometido por erro de origem, posto que a comunicação careça ser a primeira etapa concluída na implantação de modelos e processos gerenciais, permanecendo indefinidamente durante todo o fluxo, em constantes processos de alimentação, realimentação e retroalimentação. A pesquisa identificou que, sanados os problemas comunicacionais, é factível executar a implantação do BSC em toda a estrutura da organização, considerando que a comunicação deverá atuar como eixo condutor dos diversos aspectos do sistema e de suas técnicas associadas. Propagadora das melhores práticas, técnicas e conceitos agregados ao BSC, a comunicação atua como ferramenta de relacionamento com stakeholders. Este artigo propõe um modelo para plano de comunicação, em todas suas vertentes, que permitirá a retomada do processo de implantação e consolidação do BSC na referida organização.
Área(s) temática(s):
Año:
2017
Tipo de publicación:
Paper/Extenso Congresos GIGAPP
Palabras clave:
Congreso GIGAPP
Número:
GIGAPP2017
Serie:
VIII Congreso Internacional en Gobierno, Administracion y Politicas Publicas
Dirección:
Madrid, España
Organización:
GIGAPP. Asociación GIGAPP
Mes:
Septiembre
Comentarios:
Propuesta aceptada Ponencia/Comunicacion 2017-09 Gobernanza multinivel y bienes comunes
Hits: 1189