Politica Pública para Juventude no Brasil

Gallo, Marcelo
Abstract:
O presente artigo é produto de uma pesquisa de doutorado realizada no Programa de Estudos Pós–Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade católica de São Paulo – PUC-SP, que teve como objetivo identificar os elementos de apoio, reconhecimento e proteção para a juventude pertencente à classe trabalhadora, residente em territórios periféricos da cidade de São Paulo. Partimos do pressuposto de que vivemos os diferentes ciclos de vida como se estivéssemos presos em um “Labirinto”, de possibilidades, de certezas e incertezas, onde a juventude ganha destaque especial, pois culturalmente tem-se no ideário coletivo que se trata do período da vida em que temos a possibilidade de construir os alicerces de um futuro promissor. A busca pelo entendimento dos elementos de proteção, apoio e reconhecimento sociais, é o que nos remete ao interior do “Labirinto”, e neste caminho estendemos um fio que os conduziu na busca deste entendimento. As hipóteses centram-se no entendimento da “rebeldia” como potencia de construção de sujeitos protagonistas e de que as politicas públicas e os programas de atenção à juventude não atribuem/incluem a dimensão do apoio e reconhecimento social que o próprio jovem considera em sua vida. Mas que há verdade uma tendência de escolhas programáticas que leva a oferta que não correspondem as desejos e à realidade desses jovens. O encontro com os jovens nos labirintos da vida se deu em três territórios da periferia da cidade de São Paulo e possibilitou entender as hipóteses apresentas e o universo vivido por estes jovens.
Área(s) temática(s):
Año:
2016
Tipo de publicación:
Paper/Extenso Congresos GIGAPP
Número:
2016-120
Serie:
VII Congreso Internacional en Gobierno, Administración y Politicas Públicas. GIGAPP 03-05 octubre 2016.
Dirección:
Madrid, España
Organización:
GIGAPP. Asociación Grupo de Investigacion en Gobierno, Administración y Políticas Públicas
Mes:
Octubre
Comentarios:
Pesquisa que se iniciou no período de doutoramento do pesquisador e continua hoje enquanto docente e coordenador de grupo de estudo e pesquisa que tem como linha de pesquisa: juventude, sociabilidade e participação.
Hits: 1966