Governança ambiental metropolitana: Uma proposta metodológica aos desafios dos resíduos sólidos em regiões metropolitanas

Abstract:
O crescimento demográfico das cidades, a falta de um planejamento prévio eficiente e a acentuação dos problemas ambientais, acabaram por entrar na agenda por força das externalidades negativas que vêm acarretando às administrações públicas locais. Tal desafio, é ainda maior nas áreas metropolitanas, isso é, nas regiões em que a "cidade funcional" é maior que os limites legais, os desafios afloram e o desenho das políticas públicas devem dá cabo a complexidade local junto aos diversos atores e "stakehoulders" que influenciarão no resultado da política. Uma proposta metodológica que consiga analisar toda a densidade de variáveis é a de governança ambiental, o primeiro termo já academicamente debatido, tenta observar duas variáveis. A primeira é relativa a reforma administrativa e o planejamento gerencial que traz novas formas de elaborar políticas públicas. A segunda variável é a da participação e de gestão horizontal, trazendo para o debate a sociedade civil, ONGs e demais atores que de alguma forma desejam participar do desenho da política pública. A questão ambiental está baseada nos debates e avanços relativos ao conceito de desenvolvimento sustentável. Compilando essas variáveis propõem-se através desse trabalho propor a construção de uma proposta de governança ambiental metropolitana.
Área(s) temática(s):
Año:
2013
Tipo de publicación:
Paper/Extenso Congresos GIGAPP
Número:
194
Serie:
IV Congreso Internacional en Gobierno, Administración y Políticas Públicas
Dirección:
Madrid, España
Organización:
GIGAPP- IUIOG
Mes:
23-24 Sept.2013
Hits: 2088