Megacidades da América Latina na luta contra mudanças climáticas e degradação socioambiental

Alberto Luiz Teixeira da Silva,
Abstract:
O modelo de crescimento das grandes megacidades latino-americanas nas últimas décadas tem afetado diretamente a qualidade de vida dos cidadãos, com o aumento da poluição atmosférica e consequentes danos à saúde pública, acirramento de tensões territoriais e degradação do patrimônio ambiental. Na busca do crescimento econômico via industrialização, São Paulo, Cidade do México e Buenos Aires, cresceram sob o signo de processos desenfreados de expansão da malha urbana, promovendo ocupação desordenada e inchaço populacional em grande escala. Hoje estas grandes metrópoles enfrentam problemas crônicos de transporte, infraestrutura, mobilidade e extremos climáticos (chuvas, secas, enchentes, etc.) derivados dos riscos e ameaças derivadas das mudanças climáticas com o comprometimento de recursos hídricos e da cobertura vegetal. Na esteira dos efeitos nocivos das crises ambiental, climática e energética, estas megacidades estão buscando alternativas de enfrentamento desta realidade. Lugares de múltiplas vulnerabilidades, estas imensas urbes com seus desenhos arquitetônicos arrojados, multiculturalismo e dinamismo econômico, forjam emblemáticas iniciativas de inovação tecnológica e empoderamento comunitário. São nas grandes metrópoles que os cidadãos e movimentos sociais em rede se tornam players, cobrando e influenciando intervenções públicas e ações de cidadania participativa, em busca da gestão eficiente rumo à nova transição urbana. São Paulo, Cidade do México e Buenos Aires, já possuem agendas institucionalizadas de combate às mudanças climáticas e degradação ambiental, em graus diversos de compromissos, integração de políticas públicas e inserção nas redes de paradiplomacia internacional. Este trabalho busca apreender, em caráter exploratório, o estado da arte das iniciativas dessas megacidades no cenário da governança subnacional da América Latina.
Área(s) temática(s):
Año:
2016
Tipo de publicación:
Paper/Extenso Congresos GIGAPP
Número:
2016-331
Serie:
VII Congreso Internacional en Gobierno, Administración y Politicas Públicas. GIGAPP 03-05 octubre 2016.
Dirección:
Madrid, España
Organización:
GIGAPP. Asociación Grupo de Investigacion en Gobierno, Administración y Políticas Públicas
Mes:
Octubre
Nota:
AVISO IMPORTANTE: CUALQUIER PERSONA O PARTICIPANTE EN CONGRESO GIGAPP DEBERÁ REMITIR UN EMAIL AL AUTOR(A) PRINCIPAL, EN CASO QUE DESEE ACCEDER A UNA COPIA ELECTRÓNICA DE ESTE DOCUMENTO alberts@superig.com.br
Comentarios:
Este trabalho avança na linha dos estudos realizados na Universidad Carlos III de Madrid (UC3M), onde tive a oportunidade de fazer um estágio de pós-doutorado intitulado "Governança climática urbana para o desenvolvimento sustentável em Barcelona e Rio de Janeiro". Busco discutir a dimensão subnacional (pequenas, médias, grandes cidades e megacidades) diante dos desafios da agenda ambiental, climática e energética.
Hits: 2468