Modernização da Gestão a partir do gerenciamento por Organização Social de Saúde: Uma análise critica do Modelo implantando no Hospital Central Municipal de Osasco/SP

Pavan, Jessica Natalia Souza; Mancini, Bruno; Kipnis, Beatriz
Abstract:
A administração pública brasileira convive com três modelos diferentes de gestão: patrimonialista, burocrática e gerencial. O movimento mais atual é a tentativa de trazer o Estado para a gestão por resultados, em um contexto de Estado-rede, com vários atores participando na provisão de serviços públicos.Nesse contexto, a Prefeitura Municipal de Osasco (PMO) aposta, desde 2013, no planejamento estratégico com a adoção de uma gestão por resultados contratualizada para gerar serviços mais eficientes, eficazes e efetivos para os cidadãos do município. O planejamento estratégico do município se desdobrou em projetos estratégicos com foco no resultado e dentre eles, a modernização da gestão do hospital central é uma das prioridades da atual gestão (2013-2016). Desde 2015, o Hospital Municipal Central de Osasco passou da administração direta para o modelo de gestão compartilhado com Organização Social de Saúde (OSS). A transição para esse modelo mostra as vantagens e os desafios de se adotar a publicização de serviços públicos. No município de Osasco a realização do edital de chamamento público para seleção de OSS, teve como escolhida a Fundação do ABC, para firmar o contrato de gestão, responsável pela gestão do hospital desde abril de 2015. Os resultados atingidos apontam as diferenças entre o modelo de gestão anterior por meio da Administração Direta e a gestão pela Organização, principalmente em relação à economia de recursos, ampliação dos atendimentos, aumento do número de leitos, adoção do acolhimento com classificação de risco na chegada dos pacientes, aumento do número de cirurgias. Na avaliação e monitoramento dos resultados, fica claro a melhoria dos serviços prestados na gestão compartilhada entre município e organização na eficiência, efetividade e eficácia. Além disso, após 12 meses de execução do contrato é possível identificar algumas das potencialidades do Estado para o monitoramento, controle e avaliação efetiva dos resultados da gestão por Organização Social, a Prefeitura de Osasco vem adotando algumas estratégias e ações para ampliar a efetividade do modelo.
Área(s) temática(s):
Año:
2016
Tipo de publicación:
Paper/Extenso Congresos GIGAPP
Número:
2016-220
Serie:
VII Congreso Internacional en Gobierno, Administración y Politicas Públicas. GIGAPP 03-05 octubre 2016.
Dirección:
Madrid, España
Organización:
GIGAPP. Asociación Grupo de Investigacion en Gobierno, Administración y Políticas Públicas
Mes:
Octubre
Hits: 2204