Presupuesto público y envejecimiento de la población en Brasil

Palabras clave: presupuesto público, participación social, fondos especiales, envejecimiento, fragilidad

Resumen

Este artículo aborda la gestión del presupuesto de la Unión a la luz del proceso de envejeci-miento de la población de Brasil. La amplitud y la complejidad de las leyes presupuestarias requerían centrarse en el principal programa de alcance inmediato del gobierno para las per-sonas mayores en una situación de vulnerabilidad social y económica: Beneficio Continuo. Junto a esto, se destacaron los recursos del Fondo Nacional para los Ancianos y las acciones plurianuales seleccionadas en el área de la salud. La participación social, garantizada por la ley y respaldada por herramientas de diagnóstico modernas, es fundamental para ajustar el presupuesto público a las necesidades de la población anciana del país.

Biografía del autor/a

Jader José de Oliveira, Dr., Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)

Jader José de Oliveira Doutor em Economia pela UNICAMP, Mestre em Administração Pública pela EAESP-FGV, no período 2003/2013, trabalhou no Gabinete do Ministro Extraordinário para o Combate à Fome, na Secretaria Especial de Direitos Humanos e na Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres da Presidência da República do Brasil. Pesquisador colaborador do Departamento de Gerontologia da UFSCAR.

Citas

Balzan, Márcio Vinícius. 2014. “Perspectivas da assistência para a população de idosos”, Debates Gvsaúde. Vol.16.
Brasil, 1993. Lei nº 8.742, de 07 de dezembro de 1993, “Dispõe sobre a organização da Assistência Social e dá outras providências”.
Brasil, 2003. Lei nº 10.741, de 01 de outubro de 2003, “Dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências”.
Brasil, 2004. Lei nº 10.836, de 9 de janeiro de 2004 que criou o Bolsa-Família.
Brasil, 2007a. Decreto nº 6.214, de 26 de setembro de 2007, “Regulamenta o benefício de prestação continuada da assistência social devido à pessoa com deficiência e ao idoso e dá outras providências”.
Brasil, 2007b. Cadernos de Atenção Básica – Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa.
Brasil, 2008. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.
Brasil, 2010. Lei nº 12.213, de 20 de janeiro de 2010, “Institui o fundo nacional do idoso e autoriza deduzir do imposto de renda devido pelas pessoas físicas e jurídicas as doações efetuadas aos fundos municipais, estaduais e nacional do idoso”.
Brasil, 2013. Pesquisa Nacional de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.
Brasil, 2016a. Decreto nº 8.805, 07 de julho de 2016, “Altera o Regulamento do Benefício de Prestação Continuada , aprovado pelo Decreto nº 6.214, de 26 de setembro de 2007”.
Brasil, 2016b. Emenda Constitucional 95, de 15 de dezembro de 2016 – limitou os gastos públicos por 20 anos.
Brasil, 2016c. Lei nº 13.249, de 13 de janeiro de 2016, “Institui o Plano Plurianual da União para o período de 2016 a 2019”.
Brasil, 2017a. Decreto nº 9.203, de 22 de novembro de 2017, “Dispõe sobre a política de governança da administração pública federal direta, autárquica e fundacional”.
Brasil, 2017b. Comitê Gestor da Estratégia e-Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.
Brasil, 2017c. Lei nº 13.466, de 12 de julho de 2017.
Cortes, Soraya V. 2011. “As diferentes instituições participativas existentes nos municípios brasileiros” in Pires, Roberto R. C. P. ed. Efetividade das instituições participativas no Brasil: estratégias de avaliação. Brasília: Ipea.
Jannuzzi, Paulo de Martino. 2016. Monitoramento e Avaliação de programas sociais: uma introdução aos conceitos e técnicas. Campinas: Editora Alínea.
Oliveira, Jader José. 2015. “A participação do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional no Orçamento da União (2003-2013)” in Silva, E.M ed. Participação e Democratização das Políticas Públicas no Brasil: Conselhos e Conferências. Belo Horizonte: UFMG/FAFICH/UFMG.
Teixeira, Inaim, P. et al. 2018. “Coleta de dados por meio de tablets – prático, barato e de fácil programação”, Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde. Rev 23:01-06.
Zazzetta, Marisa S. 2018. Ferramenta de monitoramento de níveis de fragilidade em idosos atendidos na atenção básica de saúde: avaliação de sua efetividade e eficácia – Relatório de pesquisa. São Carlos: UFSCAR.
Publicado
2020-04-03
Cómo citar
Oliveira, J. J. de. (2020). Presupuesto público y envejecimiento de la población en Brasil. GIGAPP Estudios Working Papers, 7(150-165), 469-487. Recuperado a partir de http://www.gigapp.org/ewp/index.php/GIGAPP-EWP/article/view/197